Mesmo depois de lançar a pré-candidatura, Pauliki pode desistir da disputa

Pauliki
Apesar de declarado que é pré-candidato à prefeitura de Ponta Grossa, a candidatura do deputado Marcio Pauliki (PDT) ainda é incerta.

Nesta semana, o deputado estadual Marcio Pauliki (PDT) lançou a pré-candidatura a prefeito de Ponta Grossa, mas tudo indica que isso pode não passar de “negociações” e que Pauliki pode estar, na verdade, buscando apoios junto ao Governo do Estado e ao governador Beto Richa (PSDB), para a disputa do cargo de deputado federal nas eleições de 2018. O fato é que a candidatura de Marcio Pauliki ainda gera muitas “incertezas”.

No Palácio do Iguaçu, em Curitiba, a informação é de que Pauliki tem intensificado o diálogo com o governador Beto Richa. Porém para conseguir essa “ajuda”, o deputado não poderá ser candidato a prefeito nas eleições deste ano. Caso isso se concretize, Pauliki estaria automaticamente favorecendo a reeleição do prefeito Marcelo Rangel (PPS).

Neste caso, “a pré-candidatura de Pauliki” não passaria de uma “jogada”. Pauliki lançou a pré-candidatura dizendo que “para concorrer estaria buscando o apoio do DEM, com o deputado Plauto Miró e que sem esse apoio, sua candidatura ficaria mais difícil, principalmente pelo tempo de TV”.

No entanto, atualmente Plauto Miró e Beto Richa apoiam o prefeito Marcelo Rangel e não existem fatos que indiquem que isso possa mudar. É praticamente impossível um cenário com Plauto e Beto Richa em lados opostos. O que significa dizer que o candidato de Plauto, na prática, deverá ser o mesmo que terá o apoio do governador. E por enquanto o candidato de Richa e Plauto é o prefeito Marcelo Rangel. Mas em política tudo pode acontecer.

Por conta de algumas mudanças na legislação eleitoral, os candidatos terão menos tempo para buscarem votos. Mais do que nunca o tradicional horário eleitoral, principalmente na TV, terá um grande peso. Quando o assunto é tempo de TV, o prefeito Marcelo Rangel com PPS, PSDB e o deputado Aliel Machado com a Rede Sustentabilidade e PMDB já possuem vantagem sobre Pauliki. Por isso o apoio do DEM e as alianças que Pauliki citou, como o PV e o PMB seriam fundamentais, em caso de candidatura.

Pelo PMB, o vereador Julio Küller, já disse que não abre mão da candidatura à prefeito. Há quem diga, que Küller poderá ser o candidato que terá o apoio de Pauliki, caso ele decline. Neste caso, seria um apoio declarado, visto que se o deputado desistir da disputa, automaticamente estará aumentando as chances de reeleição de Marcelo Rangel. Em relação ao PV, que tem como pré-candidato o empresário Álvaro Scheffer, as chances de aliança com Marcio Pauliki são maiores.

É evidente que se tratando de política, nada pode ser descartado. Mas a incerteza em relação à candidatura de Pauliki  paira na cabeça de muita gente, inclusive do próprio deputado!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s