Sandro Alex afirma que Pauliki está com ciúmes por Hussein representar Ponta Grossa

foto blog 1906
“O Hussein é vice-lider do governo do estado e somou forças conosco. E isso está gerando ciúmes. Mas se ele quer ajudar Ponta Grossa, qual é o problema?”, questionou o deputado Sandro Alex, em entrevista à Rádio T.

Em entrevista à Rádio T e ao Blog da Mareli Martins nesta segunda-feira (19), o deputado federal Sandro Alex (PSD), disse que o fato do prefeito Marcelo Rangel (PPS) ter indicado o deputado Hussein Bakri (PSD) como representante de Ponta Grossa junto ao Governo do Estado, está gerando ciúmes em outros deputados, se referindo principalmente ao deputado Marcio Pauliki (PDT). Hussein Bakri é vice-líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e representa a cidade de Ponta Grossa ao lado do deputado Plauto Miró (DEM), por escolha de Rangel.

Sandro foi questionado sobre o fato de que Rangel poderia indicar o deputado Marcio Pauliki, por ser da cidade e por que ele já fazia parte da base do governo, quando houve a indicação. Em sua resposta, Sandro Alex deixou claro que Pauliki não é de confiança e também criticou a falta de posicionamento do deputado.

“O governo do estado pediu para que cada prefeito indicasse dois deputados estaduais para fazer a interlocução e conversar com o governo. É claro que os prefeitos iriam escolher nomes de confiança e que podem ajudar no trabalho. Mas o PDT , faz oposição ao governo e é ligado ao Lula. Se ele (se referindo a Pauliki), aqui no Paraná não é ligado ao Lula, ele está no partido errado. Tem que pedir pra sair. O prefeito não poderia indicar um deputado de oposição ao governo”, disse Sandro Alex.

Recentemente Marcio Pauliki esteve na Rádio T e ao falar sobre os motivos que o levaram a entrar na bancada do governo de Richa, usou a seguinte justificativa. “Faço parte sim da bancada do governo desde o começo do ano. E eu faço uma analogia que pra mim não interessa se a vaquinha é branca, preta ou malhada, o que importa é o leite. É pra nós leite é recurso e não interessa quem seja o governador”, afirmou Pauliki.

Esta colocação pegou muito mal para Pauliki, por dar a entender que não importa quem seja o governador, Pauliki estará lá abraçado. A frase foi utilizada pelo deputado Sandro Alex ao explicar os motivos que levaram o prefeito a indicar Hussein como representante de Ponta Grossa.

“A declaração do PDT é de oposição ao governo do estado. Se ele (Pauliki) não faz oposição por que a vaca dá leite ou não dá leite, ele deveria mudar de partido”, criticou.

As brigas que envolvem Sandro Alex, Marcelo Rangel e Pauliki não são novidade em Ponta Grossa, visto que eles já foram do mesmo grupo, mas racharam. E com a possibilidade de Pauliki concorrer ao cargo de deputado federal em 2018, os atritos estão se intensificando.

Sandro Alex destacou que o prefeito Marcelo Rangel não poderia indicar Pauliki como representante da cidade junto ao governo do estado, por ele não ser de confiança. “O prefeito não vai indicar uma pessoa que foi contrária ao seu governo para lhe representar. Seria muita ingenuidade”, afirmou.

Indicação de Hussein causou ciúmes

Para Sandro Alex, a indicação de Hussein Bakri tem causado a famosa “ciumeira” entre deputados e demais políticos. “O Hussein demonstrou vontade em ajudar Ponta Grossa. Ele é vice-líder do governo e somou forças. E hoje ele se faz presente de tal forma que gera ciúmes, por ele não ser da cidade. Se ele está ajudando, colaborando com a cidade, qual o problema? Não falam em união de forças?, questionou.

Ouça!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s