Lula presta segundo depoimento ao juiz Sérgio Moro nesta quarta

 

bv4p623oc699f49ge8lvhpz5w
Lula, desta vez, será ouvido pela acusação de ter recebido, da empreiteira Odebrecht, um terreno de R$ 12,4 milhões destinado a a nova sede do Instituto Lula e também por um apartamento de R$ 504 mil em São Bernardo do Campo.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Paraná informou na manhã desta quarta-feira (13) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva veio a Curitiba de carro, dispensando escolta policial. A PRF recebeu a informação de que Lula chegou à capital paranaense por volta da meia-noite dessa terça-feira (12).

“Por volta da meia-noite, a PRF recebeu a informação de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia chegado bem em Curitiba, por via terrestre. Ele viajou em um carro de passeio e dispensou a escolta policial que foi oferecida”, informou a PRF em nota.

A chegada do ex-presidente Lula a Curitiba para o segundo interrogatório em Curitiba foi cercada de sigilo. Ele seria hospedado por um amigo, mas o local não foi revelado, por motivos de segurança.

No primeiro depoimento em processo da Lava Jato em Curitiba, Lula falou por cerca de cinco horas. No interrogatório desta quarta-feira (13) serão usadas duas câmeras de filmagem – uma voltada para Lula e outra, lateral, que capta imagem de toda a sala de audiência. A Justiça Federal vai manter o expediente, ao contrário do que ocorreu no primeiro interrogatório, em maio.

Lula, desta vez, será ouvido pela acusação de ter recebido, da empreiteira Odebrecht, um terreno de R$ 12,4 milhões destinado a ser a nova sede do Instituto Lula – mudança que acabou não saindo do papel – e mais um apartamento de R$ 504 mil em São Bernardo do Campo.

O depoimento acontece na sede da Justiça Federal em Curitiba, de onde o juiz Sérgio Moro conduz os processos.

Além dele, Branislav Kontic também será ouvido – ele é ex-assessor do ex-ministro Antonio Palocci, que, na semana passada, fez novas acusações contra Lula em depoimento na mesma ação penal.

Também são réus nesta ação Marcelo Odebrecht, ex-presidente da Odebrecht, Paulo Melo, ex-diretor da Odebrecht, Demerval Gusmão, proprietário da DAG Construtora, e Glaucos da Costamarques, dono do apartamento vizinho ao do ex-presidente Lula. Todos já foram interrogados.

Outro réu, Roberto Teixeira, amigo e advogado de Lula, será o último a ser ouvido, no dia 20 de setembro. Ele seria interrogado na semana passada, mas a defesa pediu o adiamento por causa de problemas de saúde. Moro remarcou o depoimento de Teixeira para o dia 20 de setembro.

Esquema de segurança

O acesso será controlado por agentes de segurança e não haverá necessidade de credenciamento prévio para entrada no prédio. O bloqueio do primeiro perímetro será feito a partir das 6h30.

O segundo, mais próximo ao prédio da Justiça Federal, a partir do meio-dia. O aparato montado para o segundo interrogatório do ex-presidente Lula em Curitiba será menor do que o mobilizado para o primeiro. Mesmo assim, a previsão é de que 1.000 policiais militares trabalhem na operação.

No interrogatório anterior, foram 1.700 agentes convocados. Além de bloquear ruas, os policiais devem acompanhar manifestações populares. Lula, que foi ouvido em maio na ação do triplex do Guarujá, em que foi condenado a 9 anos e meio de prisão, agora presta depoimento no processo em que é acusado de ter sido beneficiado pela Odebrecht com a compra de um terreno para o Instituto Lula e de um apartamento em São Bernardo do Campo.

As informações são do jornalista Narley Resende do Paraná Portal.

Veja a matéria completa:

http://paranaportal.uol.com.br/politica/lula-dispensa-escolta-policial-e-chega-de-carro-a-curitiba/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s