Governo do Paraná suspende retorno das aulas presenciais na rede pública

Por conta da pandemia, Governo do Estado suspende retorno de aulas presenciais na rede pública. (Foto: AEN)

O Paraná suspendeu, nesta sexta-feira (12), o retorno das aulas presenciais na rede estadual que estavam programadas para a próxima segunda-feira (15).

De acordo com o governo estadual, ainda não há uma nova data prevista para o retorno das atividades.

A medida não vale para as escolas privadas, que estão liberadas para oferecer atividades presenciais desde quarta-feira (10).

O Governo do Paraná informa que o retorno às aulas no modelo híbrido, com parte dos alunos presencialmente nas escolas, não vai ocorrer na próxima segunda-feira (15). O retorno será decidido na semana que vem após avaliações diárias da situação dos hospitais e dos casos de Covid-19. A decisão levou em consideração o cenário da pandemia.

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte já se reuniu com os chefes de Núcleos Regionais e explicou o posicionamento. A comunicação formal será feita ainda nesta sexta-feira (12) aos professores, profissionais da rede e pais dos alunos”, informou o Governo, em nota.

As aulas vão continuar de forma remota com os encontros virtuais realizados pelos professores no horário combinado no calendário da unidade educacional, sem prejuízo da formação educacional de milhares de jovens e adolescentes.

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quinta-feira (11) mais 4.336 novos casos e 99 mortes pela Covid-19. Os dados do monitoramento mostram que o Paraná soma 740.955 diagnósticos e 13.053 mortos em decorrência da doença, desde o início da pandemia.

O informe registra que 2.348 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados. São 1.929 em leitos SUS (829 em UTI e 1.100 em enfermaria) e 419 em leitos da rede particular (209 em UTI e 210 em enfermaria).

Há outros 2.523 pacientes internados, 829 em leitos UTI e 1.694 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. São pacientes das redes pública e particular, considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

APP-Sindicato informou que profissionais não iriam retomar ensino presencial

A APP-Sindicato anunciou na quarta (10) que os professores e demais funcionários da rede estadual de ensino do Paraná não deveriam retomar as atividades presenciais na próxima segunda (15), conforme previa o decreto do governador Ratinho Jr (PSD).

“Defendemos a vida e a saúde da nossa categoria, dos estudantes, familiares e toda a sociedade paranaense. Entendemos que neste momento é necessário que o governo Ratinho Junior aprofunde as medidas de restrição para um lockdown total do estado do Paraná, imediatamente, para que assim o nível de contaminações e o alto índice de óbitos sejam barrados na gestão da pandemia”, disse o presidente da APP-Sindicato, Hermes Silva Leão. 

Conforme o sindicato, ao contrário do que diz o Governo do Paraná, não há protocolos suficientes para conter o contágio do coronavírus entre estudantes e profissionais.

um comentário

  • Edson M. Silva

    Olá Mareli boa tarde, Apesar do sistema político brasileiro ser um sistema protecionista dos empresários e quase sempre deixando o povo em segundo plano. Com as novas variantes causando um crescente aumento em casos e mortes por COVID-19 em crianças. É no mínimo uma insanidade se pensar em aulas presenciais diante das atuais circunstâncias.

    att.. Edson

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s