Maior parte do anúncio para asfalto em PG é empréstimo junto à Caixa Econômica

Maior parte dos recursos anunciados para asfalto em Ponta Grossa tem origem em empréstimo com a Caixa Econômica. (Foto: Geraldo Bubniak/AEN)

Dos R$ 92 milhões anunciados pelo governador e pré-candidato à reeleição, Ratinho Junior (PSD), para obras de asfalto em Ponta Grossa, R$ 72,42 milhões são recursos do programa federal de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), ou seja, são valores oriundos de empréstimo da Prefeitura de Ponta Grossa junto à Caixa Econômica Federal.

O Governo do Estado afirmou que dos 92 milhões, R$ 14,73 milhões são repasses do Estado, R$ 3,95 milhões da Prefeitura de Ponta Grossa e a maior parte, R$ 72.42 milhões são recursos de empréstimo, por meio do programa federal, Finisa.

Sendo assim, a maior parte do valor será paga em parcelas pela Prefeitura de Ponta Grossa, ou seja, pela população.

Em sua passagem por Ponta Grossa, na Vila San Martin, Ratinho Junior anunciou R$ 13,79 milhões  para a construção da sede da Polícia Científica (Instituto de Criminalística e Instituto Médico Legal/IML) e de um Centro de Anatomia para aulas e pesquisas desenvolvidas nos cursos da área da saúde da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) .

Vale destacar, que o IML de Ponta Grossa é sempre lembrando em períodos eleitorais ou pré-eleitorais, mas é esquecido durante os mandatos.

Além da falta de médicos legistas, a estrutura do prédio é precária e chegou a ser interditada pela Defesa Civil.

O projeto anunciado nesta segunda-feira (30)  já foi anunciado há quatro anos pelo reitor da UEPG, Miguel Sanches Neto, no seu primeiro mandato. Na época, ele garantiu que Ratinho Junior liberaria os recursos e a obra ficaria pronta no atual governo, mas isso não ocorreu.

Agora, em período pré-eleitoral o IML foi lembrando novamente. Tomara que a obra saia do papel!

Protestos

SERVIDORES COBRAM RATINHO JR: “PAGUE A DATA-BASE”

Servidores cobram que governador do Paraná faça a reposição salarial. (Foto: Divulgação)

Os servidores estaduais protestaram contra Ratinho Junior (PSD), nesta segunda-feira (30), em Ponta Grossa. Os profissionais cobram a reposição salarial de acordo com os índices da inflação de 2021, que fechou em 10,06%. Ratinho Junior concedeu apenas 3% de reposição aos professores.

Os servidores levaram faixas de protesto e foram impedidos de participar do evento que contou com a presença do governador, na Vila San Martin.

Foram retirados do local outros manifestantes que tentaram participar da cerimônia.

“Senhor governador pague a nossa data-base. Não é aumento e sim reposição a inflação. Estamos há seis anos sem reposição”, diz uma das faixas de protesto dos servidores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s